Feeds:
Posts
Comments

Archive for March 30th, 2011

30 de Março de 2011

Acordei às 07h45m, mas aproveito a cama mais um pouco. Dormi muito bem e ontem descansa bastante. Sinto-me bem, com as baterias recarregadas pronto para mais uma etapa.

O destino é Peñíscola, sendo grande parte do percurso feito por uma estrada que serpenteia umas montanhas, mais para o interior, mais distante da costa que a N-340.

Faço o check-out e despeço-me de Amposta. O céu esta nublado e as primeiras gotas de chuva começam a cair. Mas é falso alarme e passado alguns minutos a chuva fraca pára. Se tinha algum frio, surge à minha frente o remédio: uma subida. Não é muita acentuada mas é longa. No fim, já não tenho frio e o pequeno-almoço já foi!

Continuo a pedalar a bom ritmo e como a estrada tem quase nenhum trânsito, decido ouvir música. Coloco só os “phones” no ouvido direito, assim mesmo que algum veículo se aproxime, vou ouvir. Escolho da minha lista de músicas os Heros del Silêncio – é (era) uma banda espanhola de rock da cidade de Zaragoza. Tendo como voz e líder do grupo, Enrique Bunbury.

Ao ritmo da música, chego à primeira paragem do dia. Se acharam curioso o nome do meu destino, o que dizer deste: Ulldecona. É uma vila pequena, mas simpática tal como os seus populares. Todos me cumprimentam e desejam “bon camiño”. No centro da vila, uma bonita igreja iluminada pelos primeiros raios de sol, convida a parar para uma pausa.

Não me demoro muito porque hoje quero aproveitar bem o dia para fazer mas quilómetros do que ontem. Mas antes de sair de Ulldecona, presencio algo que noutro país (baixo), seria algo normal mas não por aqui. Duas mães em bicicleta a transportarem os seus filhos na bicicleta. Muito bom exemplo de uma forma de passear com as crianças.

De volto à estrada e a paisagem parece estar a mudar. Os campos são diferentes, as cores são diferentes…mais à frente tenho a confirmação. Acabo de deixar a comunidade autónoma da Catalunha para entrar na comunidade Valenciana. Pomares de laranjas ladeiam a estrada e o cheiro no ar é refrescante.

Pedalo a alta velocidade (mas sempre dentro dos limites) e chego a Vinarós num ápice. Vinaròs é famoso pelo seu Carnaval por isso ao olharem pra mim, devem pensar que cheguei antes do tempo.

Hoje estou imparável. Chego a Peñíscola perto do meio-dia. Perto de 70km em pouco mais de 3horas. Como me apelida o meu irmão: hot wheels :P. Dou uma pequena volta na localidade – tem uma bonita e ampla praia e mesmo no centro existe um quiosque de Informações para turistas – vou perguntar a direcção para o campismo que tinha escolhido no dia anterior.

Com mapa na mão, sigo em direcção ao campismo Spa Natura Resort Peñíscola. Com este nome pomposo as expectativas eram altas. E chegado ao local…uuuhauuu!!! Sim senhor. Isto é o jardim de éden dos campismos.

Faço o check-in e instalo-me no meu bungalow (hunanito). É demais…uma pequena casa de madeira com pouco mais de 10m2. Mas com tudo aquilo que eu preciso e muito mais. Tv, wi-fi, micro-ondas, frigorífico e claro uma cama de solteiro. Isto tudo por 25€, tendo ainda acesso à piscina interior. Que tem jacuzzi 🙂

Meus caros leitores, o post de hoje, fica por aqui porque esta viagem tem sido muito dura e tal…piscina/jacuzzi, o speedy gonzales em duas rodas tá a caminho :P.

Ahh, já me esquecia. Hoje não há fotografias. Mas sim um VÍDEO!

Até amanhã

Advertisements

Read Full Post »