Feeds:
Posts
Comments

Archive for May 9th, 2011

1 de Maio de 2011

Acordo com o barulho que as gotas de chuva fazem ao bater na tenda. Por isso deixo-me ficar no quentinho do saco-cama e esperar que a chuva pare ou abrande.

Como a chuva não parece sequer abrandar, acabo por me pôr a pé e arrumar o material assim mesmo…à chuva. Hoje a etapa vai-me levar até Lagos onde vou ficar em casa de familiares.

Despeço-me mais uma vez do campismo de Albufeira: até à próxima.

Poucos quilómetros percorridos passo pela freguesia de Guia. Local muito conhecido pelo seu famoso frango assado. Se bem que o segredo que torna este ainda mais famoso por estas bandas está no molho com o qual é temperado o frango antes de ir a assar.

E é bem patente esta tradição; na localidade os restaurante que servem frango da guia multiplicam-se como ervas daninhas…até uma rotunda “enfeitada” com um frango existe por estas bandas. Digamos que o frango assado está para a freguesia de Guia, como o leitão está para a zona da Bairrada :).

Não fossem ainda cerca das 10h da manhã, ainda era menino de provar uma coxinha de frango da Guia.

Depois de 2h30m a pedalar estou a entrar na cidade de Lagos. A chuva cai cada vez com mais intensidade, deixando-me molhado da cabeça aos pés. Quando chego a casa do primo Sérgio, preciso de uma toalha para me secar antes de entrar em casa.

Ao entrar em casa cheira a assado no forno. Já tinha saudades deste ambiente tão peculiar e familiar de uma casa portuguesa ao fim-de-semana. E este domingo é especial: além de ser o Dia do Trabalhador, é o Dia da Mãe.

Depois de tomar uma banho quente que me devolveu algum conforto que a chuva e o frio me tinham levado, já estou sentado à mesa rodeado pela família do meu primo Sérgio e de muita comida.

O meu primo Sérgio à minha direita e o resto da família Algarvia

O resto do dia foi passado em família…a comer e a beber. E a bebida que se bebe mais por aqui é a aguardente de Medronho.

A aguardente de Medronho é uma bebida típica da região do distrito de Faro e o Medronheiro, árvore que produz o fruto medronho que depois de fermentado resulta numa aguardente, é uma espécie muito comum em toda a Península Ibérica. No entanto, é na região Algarvia que existe em abundância.

Os medronheiros crescem principalmente nas vertentes voltadas a norte das serras, por serem as mais húmidas. O seu fruto, uma drupa de forma esférica e cor vermelha quando madura, é colhida no Outono e dá origem ao famoso medronho de Monchique. Fruto a partir do qual se produz a aguardente de medronho.

A “Estila” é o fabrico da aguardente de medronho. A fruta é fermentada em tanques de madeira ou barro ou de cobre. Actualmente a fermentação também se faz em depósitos de cimento, mas só em destilarias de significativa dimensão. A fermentação é natural e dura entre trinta a sessenta dias. Os tanques devem ser cobertos com frutos esmagados para evitar o contacto com o ar. Depois de fermentado o produto deve ser guardado durante sessenta dias e bem protegido do ar.

Depois de um pesado almoço, esta aguardente mais doce que a aguardente de uvas, é um óptimo digestivo. E a partir do 5º shot já te parece limonada :P.

Até amanhã, hic…hic…

Read Full Post »